40ª Recolha de Entrevista

Quota MS_00055 Europeana Sounds

BI: Patrick Borges nasceu em Angola em 1980.
Filho de pais cabo-verdianos, radicou-se em Cabo Verde e daí tem mantido contactos com outros lados do mundo promovendo o intercâmbio/relacionamento entre autores, músicos e outros agentes culturais, nomeadamente no Brasil, Angola ou Portugal, que tem trazido até Cabo Verde e vice-versa.
 
Tem nas produtoras que ajudou a fundar: 3B Produções (em Cabo Verde) e Taking Over (Produtora de reggae em Portugal) as suas mais recentes plataformas de mostra e dinamização do trabalho que tem desenvolvido.
 
Nesta recolha de entrevista fala de algumas das dificuldades e aspirações no seio da produção e difusão de iniciativas culturais e artísticas nos territórios em que se move, do que sente faltar ainda a Cabo Verde para o crescimento do interesse dos seus agentes e dinamizadores pela troca de contactos e experiências culturais entre vários autores de contextos geográficos alheios ao seu (e que com o seu convivam e enriqueçam comumente), das suas aspirações no plano profissional, no papel de Mario Lúcio no Plano Cultural cabo-verdiano e em espaços que pensa comprometerem-se e valorizarem a actividade musical (em várias das suas frentes) no país onde reside actualmente, como o caso do Banco de Cultura  criado em Cabo Verde, etc.
 
© 2012 Patrick Borges à conversa com Soraia Simões, Perspectivas e Reflexões no Campo
Som sem edição, Pesquisa: Soraia Simões
Fotografia:  José Félix
Recolha efectuada no Museu da Música, Lisboa