3ª Recolha de Entrevista

 

                                                                                                                                    Only with permission

Rights reserved - Free access

Quota MS_00013 Europeana Sounds

 

BI: Sebastião Antunes é um músico e compositor que nasceu no ano de 1967 em Castelo Branco.

Nesta recolha de entrevista fala do início do seu percurso, que aconteceria no ano de 1988, com a edição do single «Caixinha de Música» do grupo Peace Makers, das referências que tinha na década de 1980, do grupo que em 1991, formou, por influência/sugestão de José Mário Branco que insistiu que deveriam optar por um nome em português, com o nome Quadrinha já com vários discos editados, mas expressa também a sua análise sobre algumas das dinâmicas que respeito dizem às relações de paridade entre música e sociedade, música e política, assim como entre conceitos mutáveis como o de «tradição».

Do legado discográfico de Sebastião Antunes, até à data em que esta recolha é efectuada, fazem parte: Caixinha de Música (Single, MBP, 1988), Sónia/Menina de Fato Negro (Single, MBP, 1989) com o grupo Peacemakers, Contos de Fragas e Pragas (1992), Até o Diabo Se Ria (1995), Entre Luas (1997), Quarto Crescente (1999), A Cor da Vontade (2003), Ao Vivo - Deixa que Aconteça (2006) com o grupo Quadrilha.

O músico é também pós-graduado em Estudos de Música Popular, pelo Departamento de Ciências Musicais da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

Em Maio de 2013 Sebastião Antunes seria com José Mário Branco interveniente nos Ciclos de Debates e Colóquios Mural Sonoro no Museu da Música sob o tema: «Música e Sociedade».

© 2013 Sebastião Antunes à conversa com Soraia Simões, Perspectivas e Reflexões no Campo
Som, Pesquisa, Texto: Soraia Simões
Fotografia: José Eduardo Real (no âmbito do Ciclo «África Move» em 2012 de Mural Sonoro no Festival Escrita na Paisagem em Évora)
Recolha efectuada em LARGO Residências