15ª Recolha de Entrevista

Only with permission

Rights reserved - Free access

Quota MS_00018 Europeana Sounds

BI: Milton Gulli nasceu em Lisboa no ano de 1978. É um autor, músico, compositor e produtor português filho de moçambicanos, que reside actualmente em Moçambique (Maputo).

Criou e integrou os Philharmonic Weed, foi vocalista convidado do grupo Cool Hipnoise, que diz ter sido a sua "universidade na música", trabalhou com vários rappers portugueses e é uma das forças motriz do grupo Cacique' 97. Criou, além disso, com um grupo de intervenientes na música, uma espécie de Colectivo Artístico/Associação Cultural ligado aos grupos musicais lisboetas, com o nome Grasspoppers. O Colectivo produziu, fez reportagens, pequenos filmes que acompanhavam os músicos com os quais trabalhavam e propôs-se a compor e gravar numa semana um álbum de 'dub' com algumas das músicas mais conhecidas, e conseguiu-o.

Nesta recolha de entrevista reflexiona sobre a diferença entre o público moçambicano e o português - o apreço ou reconhecimento do público de Moçambique, contrariamente ao português, para com os músicos não lhes é incutido por mediações como a rádio ou os media - os interesses dos órgãos de comunicação e difusão, a recepção musical com os seus consumidores, a persistência do músico perante variáveis que nem sempre lhe são favoráveis, a tentativa de reencontrar as raízes e outros círculos de interacção com a sua música, etc.

© 2013 Milton Gulli à conversa com Soraia Simões, Perspectivas e Reflexões no Campo

Som, Pesquisa, Texto: Soraia Simões

Fotografia: Hugo Valverde no âmbito do Ciclo «África Move» de Mural Sonoro integrado no Festival Escrita na Paisagem em Évora no ano de 2012

Nota de autora:

O tema ‘Kodé’, do fonograma Karam de Kimi Djabaté (ver 14ª recolha), foi composto por Milton Gulli e gravado pelos Cacique´97, incluindo-se depois a kora do músico Brahima Galissa e a voz e balafon de Kimi Djabaté.
Além do disco Karam de Kimi Djabaté, o tema acabou por figurar no disco de Cacique´97.

Milton explica à parte desta recolha que: o tema foi composto por mim para o primeiro disco de Cacique´97. Na altura eu tinha escrito uma letra que pedi a um amigo guineense para traduzir. Mas, quando chamámos o Kimi para cantar, a letra não encaixava no tema. O Kimi acabou, então, por sugerir outra letra, que acabou por ficar.

Entretanto, eu peguei na letra do Kimi e traduzi algumas frases para 'chuabo' (língua da zona de Quelimane), com a preciosa ajuda da minha avó, e é essa parte que eu canto no tema.