SORAIA SIMÕES

Autora do Projecto Mural Sonoro (2011). Tem 40 anos, é de Coimbra mas radicou-se em Lisboa em 2008. Dirige a Associação Mural Sonoro desde 2014 e é Investigadora do Instituto de História Contemporânea da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

muralsonoro.soraiasimoes@gmail.com 

soraiasimoes.ihc@fcsh.unl.pt  

ss2017 porto.jpg

© 2017 Miguel Freire fotografia

ÁREAS DE INVESTIGAÇÃO

  • Práticas musicais em contextos migratórios
  • Práticas musicais em contextos de revolução política ou ideológica
  • Cultura popular e movimentos transnacionais
  • Organologia e instrumentos tradicionais
  • Práticas de transmissão oral no contexto da Música Popular de matriz urbana
  • Indústria fonográfica e sociedade
  • Arquivos digitais sonoros   
  • Usos da memória

DOMÍNIOS CIENTÍFICOS

História Oral e História das Ideias, Estudos de Música Popular (século XX)

2015 - 2017 tese de mestrado em curso. Área de especialização: História Contemporânea,  Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

Pós-Graduação Estudos de Música Popular, Departamento de Ciências Musicais. Área de especialização: Etnomusicologia, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

 

DISTINÇÕES

Prémio Megafone Sociedade Portuguesa de Autores 2014

PUBLICAÇÕES LIVROS (COMO AUTORA) 2017 - RAPublicar . A micro-história que fez história numa Lisboa adiada 1986 – 1996 (género: audiolivro, contém: 18 horas entrevistas /acesso através de um QR Code no interior do mesmo + 60 páginas de enquadramento, public. 6 de Junho, Editora Caleidoscópio). 2012 - Passado - Presente. Uma Viagem ao Universo de Paulo de Carvalho (livro, 205 páginas, public. 18 de Outubro, Chiado Editora).

PUBLICAÇÕES LIVROS (COMO AUTORA)

2017 - RAPublicar . A micro-história que fez história numa Lisboa adiada 1986 – 1996 (género: audiolivro, contém: 18 horas entrevistas /acesso através de um QR Code no interior do mesmo + 60 páginas de enquadramento, public. 6 de Junho, Editora Caleidoscópio).

2012 - Passado - Presente. Uma Viagem ao Universo de Paulo de Carvalho (livro, 205 páginas, public. 18 de Outubro, Chiado Editora).

ENCONTROS CIENTÍFICOS - COMUNICAÇÕES POR CONVITE, Moderação de painel

2017 -  28 e 29 de Setembro, organização e convite: FLUL e IHC – FCSH/NOVA, Congresso Internacional de História Local: Conceito, práticas e desafios na contemporaneidade, moderação de painel, Centro Cultural de Cascais.

2017 - 25 de Setembro, O RAP é uma Arma?  organização e convite: Bloco de Esquerda - Sintra, local: Tapada das Mercês.

2017 - 26 de Agosto, organização e convite: Fórum Socialismo 2017, Debate Hip Hop em Portugal , Escola Secundária Camões, sala 4, Lisboa. Título da comunicação: «Abram Espaço que elas estão a chegar, as mulheres no RAP: afirmação e resistência (1990 -1997)».

2017 - 29 de Julho Colóquio - concerto Como se fora seu Filho, organização e convite: Associação José Afonso. Título da comunicação: «MusicAtenta e RAP - Tudo depende da bala e da pontaria: do exílio às ruas (1961 - 1994)», Grândola.

2017 - 5 e 6 de Julho, TCSB - Teatro da Cerca de São Bernardo, RAPensando as Ciências Sociais e a Política, a convite de Boaventura de Sousa Santos. MESA 3 | Temos antepassados, não antecedentes: o Rap e a luta contra a xenofobia em Portugal.
Organização: CES, ALICE, CHAM.

2017 - 27 de Maio. Entrança: Festival Intercultural, Biblioteca Maria Lamas, Monte da Caparica, a convite Departamento da Cultura da Câmara Municipal de Almada.

2017 - 10 e 11 de Maio, FOrA - Festival da Oralidade do Algarve, convite/oganização do CHAM - linha de investigação ''Património e Memória''. Comunicação: Construir história pondo em evidência o cruzamento da exposição oral de vivências e interpretação  das mesmas: exercício de liberdade e de cidadania.

2017 - 2 de Maio, Palestra «Práticas musicais e cultura popular no 25 de Abril de 1974», a convite do Laboratório de História do IHC-FCSH/UNL, sítio: Escola Secundária Leal da Câmara em Rio de Mouro.

2017 - 21 de Abril, Seminário: Música, Jovens e Migrações, convite/organização: CEG, IGOT - Universidade de Lisboa e CIS.Nova (FCSH-UNL), painel 2: Música, Identidade e Política, comunicação: «RAPublicar: 1986-1996».

2017 - 1 de Fevereiro, RAPublicar – a «micro – história» que fez história numa Lisboa adiada 1986 – 1996, Seminário de Investigação Permanente |  Lisboa, FCSH/NOVA, Edifício ID, Multiusos 2.

2016 - 1 de Outubro - 11.45, convite Biblioteca Municipal de Penacova - Novos Processos de Preservação e Divulgação do Património Imaterial, Comunicação: Mural Sonoro: Memórias e sons locais sem paredes.

2016 - RAPortugal 1986 – 1994: território e poder, Seminário de Investigação Permanente | 21-22 Junho 2016, Lisboa, FCSH/NOVA, Edifício ID, Multiusos 2.

2015 -  Apresentação n. 67 (2014) | Ler História. convite: Fernanda Rollo (IHC), em debate "Música e Revolução. A Música Popular em Portugal no contexto das Campanhas de Dinamização Cultural e no PREC" (coord. debate Soraia Simões).

Curadorias por Convite

2017 - De  17 de Novembro a 9 de Dezembro  (Átrio - piso 0 FCSH NOVA) «CLOSE UP - Punk's Not Dead», exposição de Paulo Moreira (Luanda, Angola 1968), Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, curadora: Soraia Simões (IHC, FCSH, Mural Sonoro).

CONSULTORIA CIENTÍFICA

2017 -  Dez, 7, 8, Comissão Científica Colóquio Internacional - aqui: «Variações sobre António - um colóquio em torno da obra de António Variações» -, organização Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.

2016/2017 -  RAPortugal 1986 - 1999, pontuais DGArtes.

RTP, Novembro 2015, Extrema Esquerda: porque não fizemos a revolução? de Luís Marinho, Rosário Lira e Ricardo Andrade. Consultoria musical.

COMISSÃO DE HONRA

2017 - Bloco4foundation (associação que procura promover a construção de espaços para o exercício do activismo, cidadania e empreendedorismo social em Moçambique).

PROGRAMA Web (autoria)

«Conversa ao Correr das Músicas», escrito e conduzido pela autora,  é iniciado no Museu Nacional da Música, numa parceria com a Associação Mural Sonoro, e no ano seguinte integra a programação do BONS SONS'15. A partir de Maio de 2017  apresenta-se na forma programa web  numa primeira série mensal de 13 episódios.

Europeana Sounds, sede oficial: The British Library, integração de alguns metadados acervo Mural Sonoro on-line.

Memórias da Revolução, separador «Sons da Revolução», projecto do Instituto de História Contemporânea da FCSH NOVA em parceria com a RTP.

Extrema-Esquerda, porque não fizemos a Revolução?

Projecto da RTP, arranque 25 de Novembro de 2015.

 

 

ARTIGOS DE AUTORA on-line

  • RAPublicar book, by Soraia Simões, 04/04/2017, Mural Sonoro (Sound Wall).
  • Música no meio ou meio com música?, «Recepção Musical», Mural Sonoro Portal, 19 de Dezembro de 2016.

  • História Oral e Métodos em Perspectiva, «Recepção Musical», Portal Mural Sonoro Portal, 27 de Maio de 2016.
  • Núcleo de Estudos da História da Música Luso-Brasileira. Projecto «RAPortugal 1986 - 1999», pag.6, 15 de Fevereiro de 2016.
  • «Hugo Ribeiro, Senhor Gravação», Jornal do Algarve Magazine pp.5 - 7, 29 de Outubro de 2015.
  • «Da Referência ao RAP como forma musical que se impôs», 31/08/2014, «Recepção Musical», Mural Sonoro.
  •  A Importância de um Arquivo, mas para todos!, Revista Rubra, Cultura e Sociedade, 1 de Abril de 2014.
  •  Michales Loukovikas em Discurso Directo Mural Sonoro, Questões Decorrentes, Setembro de 2013.
  •  Guitarra de Coimbra e Raul Simões, Blogue Guitarra de Coimbra, Raul Simões Guitarra V, Agosto de 2013.
  • «A importância de tratar o músico como um profissional e não um como um animador», Mukanda | 21 Janeiro 2013 | Buala.
  • Sinopse Paulo de Carvalho, Site Músico 2012.
  •  Romi Anauel em Discurso Directo, Blogue Pensar e Falar Angola, 28 de Maio de 2012.
  • Né Ladeiras em Discurso Directo neladeirasblogspot.com, 1 de Maio de 2012.
  • Punked! Do Novo Rock à Quimera Punk em Portugal. Um pedaço da história da música nacional em discurso directo, Rua de Baixo, Edição Agosto de 2009.

 

                                                               Parcerias Associativas

 

 

 

ORGANIZAÇÃO, COORDENAÇÃO

1- Ciclo de Conferências e Debates RAPortugal 1986 - 1999 

2- Ciclo IHC - FCSH UNL, Ciclos Museu Nacional da Música 

3 - Ciclo Cinema é Liberdade, Multiusos 3, FCSH NOVA (6 de Abril, 20 de Abril e 4 de Maio de 2017 - Deus, Pátria Autoridade (1975), Bom Povo Português (1980), Guerra ou Paz (2012). Filmes de Rui Simões (REAL FICÇÃO) em destaque com apresentação e moderação de Alice Samara (IHC, FCSH NOVA), Tiago Baptista (IHC, FCSH NOVA, Director ANIM, Cinemateca - Museu do Cinema) e Soraia Simões (IHC, FCSH NOVA, Mural Sonoro) à conversa com o cineasta.

2 - Colóquio Bandas e música para sopros: (Re)pensar histórias locais e casos de sucesso, Instituto de História Contemporânea, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas | Universidade Nova de Lisboa, 10 e 11 de Outubro de 2017.

(1) Ciclo de Conferências e Debates RAPortugal 1986 - 1999 ver aqui 

2017 - 29 de Abril, mesa redonda: «RAPublicar. Passado e Presente: Territórios, Interacção, Ruptura e Diversidade Liricista», Auditório do Conservatório de Música de Coimbra.

 4 - Ciclos Museu Nacional da Música >>>
2014 - Ciclo mensal: Conversa ao Correr das Músicas, Museu da Música, Lisboa.
com: Viviane Parra (Maio de 2015), Eduardo Paniagua (Março de 2015), César Carazo (Março de 2015), Fred Martins (Janeiro de 2015), Luanda Cozetti (Novembro de 2014), Paulo de Carvalho (Outubro de 2014), Ivan Lins (Junho de 2014).

2 - Ciclos de Debate e Conferências sobre Música e Cultura Populares no Museu Nacional da Música»»»

2012 - 2014 - ‘’Música e Política’’ com Ruben de Carvalho e Manuel Rocha. Museu da Música; ‘’O Cante Alentejano: a adaptação na Música Popular, o discurso sobre o território e as identidades’’ com Janita Salomé e José Colaço Guerreiro (dinamizador e folclorista/colector). Museu da Música, Lisboa, ‘’Música Popular no Contexto das Tecnologias de Produção Sonora e Musical’’ com Fernando Abrantes (Engenheiro de Som, Músico, Professor) e António Pinheiro da Silva (Engenheiro de Som, Músico, Professor). Museu da Música, Lisboa. 2013 – ‘’Música Popular, Ensino e Experimentação’’ com Maria João Magno (Professora de Educação Musical, exemplificação de Projecto ‘’Tigelafone’’), Victor Palma (Serviço Educativo Museu, Especialização em Artes Musicais do Departamento de Ciências Musicais da FCSH-UNL e Pós-Graduado em Estudos de Música Popular pelo mesmo Departamento). Museu da Música, Lisboa, ‘’Instrumentos Tradicionais em Portugal: suas técnicas e difusão’’, com Amadeu Magalhães (professor, Associação Académica de Coimbra, de cordofones vários e músico), Fernando Meireles (construtor de instrumentos vários de cordas/cordofones e músico). Museu da Música, Lisboa; ‘’Música e Sociedade’’ com José Mário Branco e Sebastião Antunes (Quadrilha). Museu da Música; ‘’Instrumentos Tradicionais em Portugal e migração: seu estudo, sua construção e difusão’’, com Mário Correia (Sons da Terra, Intercéltico de Sendim) Fortunato Silva (‘Kula’’. Construtor de Korás, mbiras, djembés e tocador), João Sousa (Oleiro, construtor de instrumentos em barro). Museu da Música;  ‘’Viver a música a Partir da Periferia (?)”, com António Avelar Pinho, Chullage, Marta Miranda. Museu da Música, Lisboa; ‘’Músico Profissional que Futuro?’’, com Carlos Barretto, Tozé Brito, Fernando Girão. Museu da Música, Lisboa; ‘’Culturas Documentadas’’, com Aurélio Malva (músico da Brigada Victor Jara), Nataniel Melo. Apresentação de documentário ‘’Viagem ao Senegal. Uma perspectica de um percussionista'', Eduína Vaz (fotógrafa que retrata com recurso à imagem duas manifestações autóctones de determinadas ilhas em Cabo Verde e expressivas no Bairro da Cova da Moura, Amadora, Lisboa), Museu da Música.

ARTIGOS DE AUTORA

1990 - 1997: Percursos da invisibilidade. As mulheres no RAP: afirmação e resistência, Le Monde Diplomatique, Edição impressa de Setembro, pp 38-39, 2017.

Maoísmos e Cultura Popular. Experiência portuguesa, repertórios e discursos (1972 - 1975), breves consideraçõesPublic Plataforma Mural Sonoro, área: «Recepção Musical», 17 Julho, 2016.

RAPORTUGAL 1986–1999, Newsletter Caravelas, Ano 8, Nº 4, Núcleo de Estudos da Historia da Música Luso-Brasileira, Lisboa, Maio 2016, 9 pág. ISBN / ISSN: 1647 - 1261, Idioma: Português.

Angola: o itinerário da palavra na canção e a emancipação da cultura popular face ao imperialismo português (1961 - 1975), seminário: História Comparada do Colonialismo Europeu, Plataforma Mural Sonoro, área: «Recepção Musical».

RAPortugal: territórios e poder no Portugal urbano pós 25 de Abril (1986 – 1994), seminário: História das Ideias Políticas Contemporâneas, Public. Plataforma Mural Sonoro, área: «RAPortugal 1986 - 1999», 20 Janeiro, 2016.

Sincronias e Assincronias do Fado no contexto amadorístico de Alfama,  Public. Plataforma O FADO, Jan 2017.

Entrevistas cedidas, DESTAQUES, recensões

  • (no prelo) Recensão audiolivro RAPublicar. A micro-história que fez história numa Lisboa adiada: 1986 - 1996, por Ana Estevens, investigadora IGOT, Le Monde Diplomatique, Outubro, 2017.
  • (no prelo) Recensão audiolivro RAPublicar. A micro-história que fez história numa Lisboa adiada: 1986 - 1996, por Joana Bárbara, Doutoranda Materialidades da Literatura, Universidade de Coimbra, Setembro de 2017.
  • Página 2, Jornal 2, RTP2, 9 de Setembro, 2017.
  • Germano Campos Entrevista, RDP Internacional 24 de Julho, 2017.
  • Brandos Costumes, 12 de Julho, 2017.
  • Oub'lá, Antena 3,  11 de Julho, 2017.
  • Sociedade Portuguesa de Investigação em Música, Bandas e música para sopros: (Re)pensar histórias locais e casos de sucesso, 11 de Julho de 2017.
  • É a Vida Alvim - Canal Q, 30 de Junho de 2017.
  • Escritores Online, 30 de Junho de 2017.
  • Um audiolivro da História do RAP português,  Schifter.pt, 30 de Junho de 2017.
  • RAPublicar, FCSH NOVA, 27 de Junho de 2016.
  • A dor do silêncio e a força das vozes, Nuno Pacheco, Público edição impressa e digital, 22 de Junho de 2017.
  • Manhãs da 3 - Antena 3 da RTP, 6 de Junho de 2017.
  • Prova Oral - Antena 3 da RTP, 13 de Junho de 2017.
  • O início do rap português num livro apresentado em Lisboa que é também para ouvir, Lusa, DN, Observador, P3 Público, 6/06/2017.
  • Caravelas - Núcleo de Estudos de História da Música Luso-Brasileira (CESEM), Edição Março-Abril de 2017.
  • VOX Media da Universidade de Coimbra - Centro de Literatura Portuguesa - CPLP, acerca de RAPublicar. A micro-história que fez história numa Lisboa adiada: 1986 - 1996, 28/03/2017.
  • Os primeiros passos do rap em Portugal, in Revista Fórum Estudante, edição de Dezembro de 2016.
  • ''Discutir o rap, a cultura e a cidade'', maislisboa.fcsh.unl.pt.
  • Entrevista de Germano Campos, publicado online site RTP - Rádio: RDP 19/11/2016.
  • Mural Sonoro, a parede virtual onde se vai afixando (também) a história do rap, Nuno Pacheco in  Público Jornal, 26/10/2016
  • Agenda Cultural de Lisboa edição Setembro de 2016, Ciclo de Conferências e Debates RAPortugal 1986 - 1999.
  • Observatório da Canção de Protesto, referência.
  • Antena 1, «Ponto de Partida», Junho, 2016, entrevista cedida a Eduarda Maio.
  • SIC, Fevereiro, 2016, Soraia Simões a Programa «Etnias».
  • Terra Pura, Janeiro, 2016, Soraia Simões a Luís Rei.
  • RDP Internacional, 29 de Janeiro, 2016, Soraia Simões a Germano Campos.
  • Antena 1, «Os Dias do Futuro», 9 Janeiro, 2016.
  • Rádio Renascença, 5 Janeiro, 2016, Soraia Simões a Carlos Bastos.
  • JL - Jornal de Letras, 23 de Dezembro, 2015, Soraia Simões a Rita Santos.
  • Antena 2, 14 de Dezembro, 2015 «Império dos Sentidos» Soraia Simões a Paulo Alves Guerra.
  • Antena 1, 22 de Novembro, 2015, Soraia Simões a Ana Sofia Carvalheda.
  • RTP2, 13 de Novembro, 2015, «Página 2» Soraia Simões a João Ramos.
  • Antena 3, 16 de Novembro, «Domínio Público» Soraia Simões a Raquel Bulha e Tiago Ribeiro.
  • RTP2, 23 de Novembro 2015, «Portugal 3.0» Soraia Simões a Álvaro Costa.
  • «Lissabon Insider», 29 de Abril, 2015. Entrevista cedida por Soraia Simões a Daniel Hagen.
  • Projecto Vidas e Obras, 6 de Dezembro de 2014.
  • FCSH - Universidade Nova de Lisboa, 2 de Fevereiro, 2014, Entrevista cedida por Soraia Simões ao Blogue da instituição.
  • Rádio Renascença, Agosto 2014, «Sete Mares», Soraia Simões a Luís Salgueiro.
  • Rádio Universidade de Coimbra, 17 Abril 2013, «Santos da Casa», Soraia Simões a Fausto da Silva.
  • RTP África, «Rumos», 23 de Novembro 2012, Soraia Simões a Patrícia Salgueiro.

COLABORAÇÕES EM AUDIOVISUAL E MULTIMÉDIA

. Dipanda'75, Documentário de Alexandre Nobre. Argumento e pesquisa;  Versos que Atravessam - Depoimento, contextualização - Documentário sobre a «cultura hip-hop» entre Portugal e o Brasil do realizador brasleiro Léo Almeida (2016 - 2017), Gravação: Lisboa Entrevista a Soraia Simões: Léo Almeida; Ensaio de FadoDepoimento, Entrevista a Gabriel Lopes Pontes (realizador, historiador brasileiro), Gravação Museu do Fado, Lisboa. Março de 2015 - La música rota de un lamento: Sentimiento portugués. Entrevista cedida a La Razón (Edición Impresa) / María Ángeles Fernández y Jairo Marcos, public. 06 de abril de 2014.

 

OUTRAS COLABORAÇÕES

O Fado e As Outras Músicas do Mundo, web: ofado.pt (2016 - presente)

Caravelas - Núcleo de Estudos de História da Música Luso - Brasileira (2015 - presente); web: http://www.caravelas.com.pt/

Museu da Música (2012-2015); web: http://www.museunacionaldamusica.gov.pt

BONS SONS (2015); web: bonssons.com

Buala, web: buala.org (2012 - 2013)

Escrita na Paisagem, Colecção B, Alentejo, 2011 - 2012.

Rua de Baixo, espaço: «Música», web: ruadebaixo.com (2008 - 2010)

Feedbackmúsica (2008 - 2010)

Jornal do Algarve, espaço «Opinião: Sociedade e Cultura»; JA Magazine (2012 - 2015)

CONVITES CULTURAIS

EXPOSIÇÃO Mural Sonoro dois anos no LARGO - LARGO Residências, exposição de registos documentais sonoros e audiovisuais realizados durante dois anos maioritariamente no LARGO Residências artísticas em Lisboa. Inauguração 27 de Fevereiro de 2015. Termino: 13 de Março de 2015. Convite e Organização: LARGO Residências.

Autoria, coordenação - ‘’Música Popular, partilha e pertença: transnacionalização”, Festival Escrita na Paisagem – “Cosmopolíticas, Programa: ‘’África Move”, Local: Largo da Igreja de São Vicente, Évora, 4 de Julho a 29 de Agosto de 2012 (com músicos convidados).

“Requalificação vs Gentrificação em Bairros prioritários de Lisboa'' (Anjos, Intendente) Ciclo: musicAtenta, locais: Bairro do Intendente e Anjos. Espaços em requalificação: Clube Recreativo dos Anjos, Sport Clube do Intendente, Largo, 23 de Novembro a 14 de Dezembro de 2012 (com rappers convidados).